Em ponto crítico de acidente, 2 carros batem de frente em acesso à Régis em Embu

Em ponto crítico de acidente, 2 carros batem de frente em acesso à Régis em Embu

ADILSON OLIVEIRA
Especial para o VERBO ONLINE, em Embu das Artes

Dois carros bateram de frente na avenida Hélio Ossamu Daikuara em acesso à rodovia Régis Bittencourt próximo ao km 278, no Parque Jane, em Embu das Artes, no início da tarde de domingo, véspera de Natal (24). O Nissan March seguia sentido Jardim Mimás e o Honda Civic com placas de Embu entrava na pista contrária para pegar a estrada federal quando colidiram frontalmente e ficaram com a dianteira destruída. Os motoristas ficaram feridos levemente.

Motorista Rodrigo Francisco

Rodrigo Fernando, condutor do Nissan (dir.), acompanha remoção dos veículos na av. Hélio Ossamu Daikuara

O condutor do Nissan ficou com o quadril machucado e um hematoma na cabeça. “Eu estava vindo normal, a uns 40 [km/h], devagar, quando ele surgiu na minha frente. Foi tão rápido, não tive reação de nada, foi só o impacto. Se não fosse o cinto, podia até ter saído do veículo, do jeito que ele veio igual louco. Sou motorista de ônibus [municipal], espero direto os carros aqui, e eles como vêm querem sair [à BR-116], não sabem esperar”, disse Rodrigo Fernando, 33.

De folga, Rodrigo estava como motorista de aplicativo e ia pegar um passageiro na região – ele havia pego o carro (com placas de Vespasiano – MG) na quinta-feira, alugado. “Comecei agora. Trabalho de motorista no ônibus, agora arrumei outro serviço para ampliar o orçamento”, contou Rodrigo. Após a violenta batida, “tremendo” e com falta de ar, ele foi levado ao Pronto-Socorro Central de Embu. Medicado, cinco horas depois, ele estava de volta à cena do acidente.

O condutor do Honda – com air-bags acionados – também foi socorrido ao PS, mas levado para casa depois. “Ele deve ter a mesma idade que eu”, disse Rodrigo. Às 17h30, os carros estavam no mesmo lugar. PMs no local relataram que o acidente ocorreu por volta de 15h, mas Rodrigo afirmou que foi ao meio-dia. “Aqui precisa de alguma sinalização, tem acidente direto, não grave”, disse um PM. Em fevereiro de 2015, um casal ficou ferido em outra colisão frontal no local.

> LEIA TAMBÉM Casal fica ferido em colisão frontal em via com acesso à Régis em Embu
> Compartilhe pela fanpage do VERBO ONLINE