Tabuca Jrs., de Taboão, faz final da 2ª Copa Casa Branca neste domingo (5) em Embu

ADILSON OLIVEIRA
Especial para o VERBO ONLINE, em Embu das Artes

As meninas do Tabuca Jrs., de Taboão da Serra, jogam a final da 2ª Copa Casa Branca de Futsal Feminino (série prata) contra o Niterói neste domingo (5), ao meio-dia, no ginásio do Jardim Casa Branca, em Embu das Artes. A equipe chega à grande decisão da considerada maior competição de futsal amador da zona sul da capital e da região sudoeste da Grande São Paulo (categoria livre) após disputar quatro jogos, em que sofreu uma derrota e conquistou três vitórias.

Meninas do Tabuca Jrs., de Taboão da Serra, que joga a final neste domingo contra Niterói

Meninas do Tabuca Jrs., de Taboão da Serra, que joga a final neste domingo contra o Niterói, da zona sul de SP

Meninas do Niterói, time da região de Santo Amaro, que en

Meninas do Niterói, time de Santo Amaro, atual campeão da Copa Casa Branca, com o técnico Marcos Roberto

O vencedor se sagrará campeão, ganhará troféu, medalha e uma premiação. O empate levará à cobrança de pênaltis direto, sem prorrogação – a 2ª Copa Casa Branca é organizada pelo árbitro Sérgio Zuruba, que apitará a final. “Será um jogão”, resume Tiago Camara, técnico do Tabuca Jrs., equipe criada só há cinco meses. Camara é conhecido por ser um torcedor fanático do Cats-Taboão (futebol profissional). “No banco sou bem tranquilo, nunca fui expulso”, diz, rindo.

O Tabuca Jrs. estreou com derrota (2 a 3 para o 100 Limite), o que levou o time a passar a disputar a série prata do campeonato. Depois, venceu os três jogos seguintes (4 a 3 contra Itapevi, 3 a 2 frente ao Ajax e 2 a 1 diante do Harmonia). Na última partida, a fixa Maria fez 1 a 0 para a equipe de Taboão a 5 minutos do fim do primeiro tempo. O Tabuca Jrs. sofreu o empate a 9 minutos do término da etapa final, e a pivô Nath fez 2 a 1 a 38 segundos do fim do jogo.

O Niterói, time da região de Santo Amaro (zona sul de SP), tem a mesma campanha do Tabuca Jrs., uma derrota e três vitórias – ao perder o segundo jogo, também caiu à série prata da competição. Mas, diferente do adversário, é uma equipe com quase 15 anos de história, com cerca de 30 títulos, entre futsal, society e campo, de acordo com a comissão técnica. É o atual campeão da Copa Casa Branca, que no ano passado não tinha a divisão ouro e prata, era série única.

O Niterói tem como jogadora mais experiente uma menina de 25 anos, enquanto a mais nova do Tabuca Jrs. tem 15 e a mais velha, 40 anos, a goleira Sandra. “O Tabuca é uma equipe nova que já consegue chegar em final de campeonato, tem bastante meninas novas com qualidade e futuro. Será um grande jogo em que vencerá e equipe que se impor dentro da partida. Esperamos fazer um grande jogo e sair com a vitória”, diz o técnico do Niterói, Marcos Roberto.

SERVIÇO
Tabuca Jrs. x Niterói
Final da 2ª Copa Casa Branca de Futsal Feminino (série prata), neste domingo (5), às 12h – entrada gratuita
Ginásio do Jardim Casa Branca (r. Nilo, s/n, em frente ao terminal de ônibus Casa Branca), Embu das Artes

> Compartilhe pela fanpage do VERBO ONLINE